(Non dedicarei esse post à memória de Roger Ebert porque non quero que ele puxe meu pé à noite)
Amicci, amar é se sacrificar pela pessoa que ama. Depois de ter levado várias vezes a minha donna ao cinema para vê-la fazendo cara de paisagem durante os filmes e depois mentir dizendo que gostou, resolvi assistir a uno filme que ela escolhesse. O filme que ela escolheu foi uno tal de “Querido John“, una água-com-açúcar, tão melosa que eu preferia ser metralhado num posto de pedágio do que assistir aquilo. No entanto o tal filme aguçou minha criatividade, pois fiquei imaginando que mudanças poderiam ser feitas em seu roteiro para que ficasse uno filme melhor. É o que vou mostrar aqui.

Para vocês entenderem o nível de açúcar disso aqui eu vou tentar explicar o roteiro: John (Channing Tatum) é uno militar em férias que conhece una universitária mala metida em causas humanitárias chamada Savannah (Amanda Seyfried). Eles se apaixonam, mas aí ocorrem os atentados terroristas de 11 de setembro, “o dever chama” e o John tem que ir cumprir a sagrada missão de matar alguns talibãs no Afeganistão. Desse dia em diante eles só se comunicam por cartas iniciadas pelo cabeçalho “Querido John”. Nos EUA, eles chamam de “Dear John Letters”, cartas que as esposas enviam aos maridos em guerra comunicando os que já casaram com otros ragazzos. É o que acontece aqui: Quando John volta Savannah está casada com Tim (Henry Thomas) que tem uno filho autista chamado Allen (Luke Benward).

Para piorar o drama, seu pai colecionador de moedas (Richard Jenkins) que sofre de Sindrome de Asperger, sofre uno ataque cardíaco e vem a falecer alguno tempo depois. Como desgraça pocca é bobagem, o marido da Savannah sofre de uno linfoma. John resolve vender a coleção de moedas do pai para pagar o tratamento do ragazzo e volta para o exército. Depois de dois anos, Tim morre e o filme acaba com John se reencontrando com a ragazza. Non recomendo esse filme para diabéticos.

Eu particularmente acho que o filme poderia ser dramático sem ser tão piegas e poderia ter uno pocco de ação também. Vejam minhas sugestões e digam se non estou certo.

1ª idéia: Rolling Thunder

John volta do Afeganistão e tem as maiores decepções da sua vida. Não bastasse sua amada Savannah estar casada com otro homem (Jamie Foxx), quando ela resolve visitá-lo em casa, a residência é invadida por una gangue (liderada por Kurtwood Smith) que estupra Savannah, destrói a mão de John e  rouba a coleção de moedas de seu pai (Christoph Waltz, que receberia una nuova indicação ao OscarTM por esse papel). Com ódio na mente e uno gancho na mão ele pede ajuda do marido de sua amada para juntos se vingarem da gangue em uno violento ataque de retaliação. Direção de Quentin Tarantino. Participação especial de Tommy Lee Jones como o superior de John.

2ª idéia: Drive

John volta do Afeganistão e além de ver sua amada casada com uno imigrante latino (Oscar Isaac) descobre que ex-combatentes non tem muitas chances no mercado de trabalho norte-americano. Ele então resolve usar suas habilidades como motorista de jipe no Afeganistão para trabalhar como piloto de fuga para assaltantes. Ele non se sente muito à vontade com esse serviço, mas com a doença do pai (Brian Cranston) e o linfoma do marido de sua amada ele se vê obrigado a participar do “assalto da vida” dele, una jogada bastante arriscada, mas se bem feita vai garantir a saúde das pessoas mais importantes para ele e para Savannah. Mas as coisas non sai como o previsto. Direção de Nicholas Winding Refn. Com Albert Brooks.

3ª idéia: Armadura de ferro

Durante a missão no Afeganistão, John é atingido por una bomba e capturado por uno grupo terrorista (liderado por Fahran Tahrir). Sua vida é salva graças a uno cientista (Shaun Toub) que implanta em seu peito uno pequeno reator que impede que os estilhaços da bomba cheguem ao seu coração. O reator alimenta una armadura de ferro criada pelo cientista para que eles possam fugir do esconderijo dos terroristas. Só John consegue escapar, mas non sem antes dar una lição nos terroristas. De volta a América, seu único pensamento é se vingar do homem que vendeu bombas para o “otro lado” e que ainda por cima se casará com Savannah (Obadiah Stane, interpretado por Jeff Bridges). Direção de Jon Favreau. Com Robert Downey Jr. no papel do industrial gente fina que ajuda o John em troca de poder usar a tecnologia da sua armadura.

4ª idéia: Cabeludo, barbudo e paraplégico

Nesse filme pisar em bombas non é a melhor cosa do mundo. John pisa em una, perde as pernas e non consegue mais emprego na América, além de ter perdido sua mulher para uno veterinário de bom coração (Matt Stone). Desempregado e sem mulher, John é explorado por uno documentarista sensacionalista e manipulador que quer fazer fama com a sua desgraça (Trey Parker em uno trabalho incrível de maquiagem que o deixa igual ao Michael Moore). Inconformados com isso, Savannah e seu marido tentam de todas as formas desmascarar o gorducho aproveitador. Direção de Trey Parker e Matt Stone (criadores de “South Park“). Participação de George Clooney dublando uno cachorro gay.

5ª idéia: Cego, surdo, mudo, tetraplégico e ouvindo Metallica

Nessa versão John também pisa em una bomba, mas ela causa mais estragos que a da otra ideia. Ele perde olhos, nariz, boca, braços e pernas, mas continua consciente de tudo que o cerca, inclusive dos chifres que Savannah o coloca com os médicos. Libelo anti-guerra com cenas em preto-e-branco e coloridas. Direção de Bill Pope. Adaptação da obra de Dalton Trumbo. Trilha sonora de Metallica.

6ª idéia: Caça ao Bin Laden

Voltar à América non foi una boa idéia para John. Além de sua amada ter casado com otro ragazzo (Joel Edgerton), ele simplesmente non consegue se adaptar à vida civil, nem conviver com seu pai colecionador de moedas e com Síndrome de Asperger (James Gandolfini). O combate virou uno vício para ele e, disposto a alimentá-lo, ele consegue una vaga em una missão que pode lhe trazer a glória definitiva: Capturar o homem que o separou de Savannah, Osama Bin Laden. Direção de Katherine Bigelow. Com The Rock.

Espero que tenham gostado. Comentem, por favor.  
 

Advertisements