Bambini, eu afirmei no post anterior que nem todo remake era ruim e selecionei algunos que comprovavam isso. No entanto, non posso deixar de citar aqueles que non fogem à regra e são verdadeiras bombas. Além de serem uno sintoma da falta de criatividade em Hollywood, os remakes parecem servir para a indústria mostrar o quanto ela non gosta de determinado diretor, estragando suas obras.

Se eu me esqueci de alguno filme, por favor COMENTEM. Vamos aos filmes

O vingador do futuro (2012 de Len Wiseman)


Paul Verhoeven parece ser uno desses diretores que Hollywood gosta de estragar as obras originais fazendo remakes. Além de “Robocop”, que estreará nas telonas em breve e deste “O vingador do futuro”uno projeto também de refilmagem do injustiçado “Tropas Estelares”. Apesar de a tecnologia atual ser, evidentemente, mais desenvolvida do que em 1990 e a implantação de memórias falsas também ser algo mais factível nos tempos atuais, é completamente desnecessário refilmar a obra-prima de Verhoeven, apenas para deixá-la com una cara mais “Anjos da Noite” (é o mesmo diretor) e menos oitentista. O remake é estrelado por Colin Farrel, que estrelou também otro remake: “A hora do espanto” (esse é bom?)

Carrie, a estranha (Carrie 2 de 1999 de Katt Shea, remakes de 2002  de David Carson e 2013 de Kimberly Pierce)

 


Brian DePalma parece ser otro que Hollywood gosta de “estuprar” com seus remakes. Primeiro fizeram em 99 una “continuação” para seu filme de 76. Se empolgaram e três anni depois fizeram uno filme para TV sobre Carrie e no ano passado jogaram a pá de cal refazendo novamente algo que Brian já tinha tornado excelente (sem ao menos ter feito una obra melhor como o próprio diretor fizera com o “Scarface” de Howard Hawks). Non adianta dizer que são diferentes versões do livro de Stephen King, a inspiração direta é o filme de Brian DePalma. O fato é que com essas versões conseguiram esculhambar com DePalma e King de una vez só.

Halloween e Halloween 2 (2007 e 2009 de Rob Zombie)

 


Non bastasse faltar com respeito com John Carpenter ainda chamaram como cúmplice alguém que nem ao menos é diretor de cinema (apesar de já ter algunos filmes no currículo antes destes remakes). Rob Zombie non contente em ser xingado como músico, resolveu ser xingado também como realizador de filmes. Sua maior cagada foi querer justificar as maldades do assassino mascarado, Michael Myers, sendo que, o que mais aterrorizava o público dos filmes originais era o fato de non haver explicação lógica para a loucura do vilão. JÁ ANUNCIARAM UM “HALLOWEEN III ” COM O DIRETOR DE DRACULA 2000!!!!

´É SÉRIO ISSO?

Otros filmes de Carpenter que ganharam remake foram “Ataque ao 13°Distrito” e “A Bruma Assassina”. Alguém sabe se prestam?

Conan, o bárbaro (2011 de Marcus Nispel)

Apesar de non ser tão famoso quanto Verhoeven, DePalma e Carpenter, John Milius também merece ser citado pelo que fizeram à sua obra-prima: “Conan, o Bárbaro”. Non bastasse a continuação medíocre em 1984, ainda resolveram fazer uno remake sem personalidade estrelado por uno tal de Jason Momoa, que non tem uno décimo do carisma de Schwarza e é até mais fraco que ele. Otra obra de Millius que ganhou remake foi “Amanhecer violento”. Alguém viu e pode comentar a respeito?

Psicose (1998 de Gus Van Sant)

Nem o mestre Alfred Hitchcock escapou de ser avacalhado por Hollywood. Além de nunca ter conquistado uno OscarTM de Melhor Diretor (prêmio especial non vale), ainda teve uno paspalho, chamado Gus Van Sant, que disse que iria fazer uno remake “quadro a quadro” do maior clássico do Mestre do Suspense PARA QUÊ ISSO! PARA QUÊ MEXER NO QUE JÁ É ÓTIMO! Para piorar a situação, o diretor de “Milk – A voz da igualdade”(esse sim, uno filme bom) ainda escalou VINCE VAUGHN NO PAPEL DE NORMAN BATES! O ADULTESCENTE VINCE VAUGHN! POR QUE NÃO PÔS LOGO OWEN WILSON COMO MARION CRANE?

CHE VERGONHA! DIO SANTO!

Grazie a dio, o filme non passou incólume a una punição. Ganhou uno Framboesa de OuroTM em 1999 de Pior Remake (empatado com “Os Vingadores” da Uma Thurman e com otro filme que vocês veram mais para frente na lista) e otro de Pior Diretor para Gus Van Sant (Anne Heche foi indicada como Pior Atriz mais PERDEU PARA AS SPICE GIRLS NAQUELE FILME BOSTA QUE ELAS FIZERAM). Você acha que a esculhambação com Hitchcock parou aí? Veja o próximo filme da lista

Janela Indiscreta (1998 de Jeff Bleckner)

1998 foi o ano em que estupraram Hitchcock depois de morto. Próximo do centenário de seu nascimento (13/08/1899) resolveram avacalhar sua obra de uno jeito nunca visto antes (parece centenário de clube de futebol). Ele só non revirou na tumba porque o peso non deixou. A única justificativa de se fazer esse filme seria a de “aproveitar” Christopher “Superman” Reeve depois de sua paralisia (por sorte non o escalaram para una cinebiografia de Stephen Hawking). Se non posse a sua participação em duas séries de TV (Una delas “Smallville” sobre a adolescência do personagem que o consagrou) esse poderia ser o último trabalho audiovisual de Reeve. Imagine morrer com uno legado desses.

Sexta-Feira 13 (2009 de Marcus Nispel)


Uno belo dia, Michael Bay achou que sua contribuição para a esculhambação do cinema era pocca ainda. Então ele criou una produtora para refazer clássicos do terror e escrotizá-los. Uno dos mais famosos e comentados foi o remake/reboot (non foi uno remake do primeiro Sexta-Feira 13, mas uno mashup dos 3 primeiros filmes) foi o que ressuscitou Jason pela 12ª vez (milagre non fazerem uno 13º filme. Melhor non dar ideia). Foi dirigido pelo mesmo cara que dirigiu o remake de “Massacre da Serra Elétrica”e depois faria o remake de “Conan”. Este filme já foi comentado aqui e também recebeu as devidas pauladas por parte dos ragazzi do Toca o Terror. Non satisfeito em estragar una das mais famosas franquias de terror, Michael Bay resolve estragar otra.

A Hora do Pesadelo (2010 de Samuel Bayer)

Quem assistiu “Watchmen” talvez até tenha ficado esperançoso quando ouviu falar que tinham escalado o “Roscharch” para fazer o papel de Freddy Krueger na refilmagem de “A Hora do Pesadelo”. Que decepção. Além de transformarem o personagem no “homem-cobra” com queimaduras que mais parecem com escamas do que otra cosa, ainda tiraram todo o sarcasmo do personagem (tá certo que a série começou a ter muita “didimocozice” com o passar do tempo, mas o sarcasmo tá na essência do personagem) e deram para uno videoclipeiro dirigir (é o primeiro longa do diretor). Sem contar o fato de que o filme muda de fotografia quando os personagens sonham (nos filmes originais non havia distinção entre sonho e realidade e essa era a graça do filme). Essa merda também levou paulada no podcast do Toca o Terror. Michael Bay também produziu os remakes de “O Massacre da Serra Elétrica”, “Amytville” e “A Morte pede carona”, alguém gostou destes?

13 Fantasmas (2001 de Steven Beck)

Otra produtora especialista em “assassinar” clássicos é a Dark Castle (na verdade una divisão da Silver Pictures, que é afiliada da Warner Brothers), cuja “inspiração” foi o diretor William Castle, que, se fosse vivo, iria ficar puto com a “homenagem” e trancaria os seus fundadores em una casa repleta de assombrações, principalmente se visse o que fizeram com sua obra “13 fantasmas”. Uno remake que mais parece clip do Marilyn Manson, alternando ora cortes rápidos, ora câmeras lentas desnecessárias. Sem contar a presença do eterno adultescente Matthew “Salsicha Rodgers” Lillard no elenco. A Dark Castle também refez o clássico “The House on the Haunted Hill” como “A Casa da Colina”. Adivinhem quem largou o cacete nesse filme?

Para piorar ainda teve quem copiasse a arte do cartaz :

Ah se fosse só esse o crime de quem produziu essa droga!

O Sacrifício (2006 de Neil LaBute)


Neil LaBute poderia passar para a história do cinema como o ragazzo que dirigiu os excelentes “Na companhia de homens”, que foi uno dos primeiros filmes de Aaron Eckhardt (e nesse ele manda muito bem, por sinal) e “Seus amigos, seus vizinhos”, com o mesmo ator, que é seu amigo pessoal, mas non! Ele preferiu estragar aquele que é uno dos melhores filmes de terror de todos os tempos, “The Wicker Man” de Robin Hardy. E ainda chamou o sobrinho chato de Francis Ford “Godfather” Coppola para estrelá-lo. Esta merda foi indicada para o Framboesa de OuroTM de 2007 nas categorias: Pior Filme (perdeu para “Instinto Selvagem 2”), Pior Roteiro (perdeu de novo para “Instinto…”), Pior Ator, Pior Remake/Plágio e Pior Dupla em Cena (Nicholas Cage e sua fantasia de urso). Perdeu todos esses últimos para os Irmãos Wayans com “O Pequenino”.  Neil LaBute ainda faria o remake de “Morte no Funeral” comédia britânica de humor negro originalmente dirigida por Frank “Yoda” Oz. Alguém sabe se é ruim? Quer ver otro clássico setentista arruinado? Espera…

Sob o domínio do medo (2011 de Rod Lurie)

O falecido Sam Peckinpah era conhecido no mundo do cinema como “Bloody Sam”, apelido que pode ser traduzido como “Sam Sangrento” ou “Maldito Sam”, “Sam de Merda”, graças aos seus filmes extremamente violentos e seu temperamento difícil. Uno dia deram uno de seus melhores filmes para uno crítico de cinema (antes de ser diretor, Rod Lurie era crítico) refazer. SE É EU QUE FAÇO UNO REMAKE CAGÃO DESSES, TOMO MAIS TIRO QUE O SONNY CORLEONE NO PEDÁGIO!  E chamaram o casal bostinha de “Superman, o retorno” (James Mardsen e Kate Bosworth). E o Dustin Hoffman (ator principal da primeira versão, que ele detestou) ainda “deu a benção” para Rod fazer a cagada. Por isso eu prefiro o Ricardo Macchi.

Invasores (2007 de Oliver Hirschbiegel e James McTeigue)

Depois que Andy e Lana Wachowski dirigiram a trilogia “Matrix” se sentiram no direito de cagar em cima de produções de sucesso. Cagaram em cima de “Speed Racer” e cagaram em cima de “Vampiros de Almas” que já tinha ganhado uno remake muito bom chamado “Invasores de Corpos”, que foi citado no post anterior. Esse filme só serviu para revelar ao mundo quem era Daniel Craig, que foi escolhido para ser 007 durante as filmagens. James McTeigue (de “V de Vingança” otra produção dos Wachowski) foi chamado para refilmar algunas cenas, pois os produtores non tinham gostado do trabalho de Oliver. Quer ver otro re-remake?

A Noite dos Mortos-Vivos 3D (2006 de Jeff Broadstreet)

Se todos os clássicos de terror do cinema ganharam una versão 3D (“Sexta-Feira 13”, “Hora do Pesadelo”, “Massacre da Serra Elétrica”…) por que seria diferente com “A Noite dos Mortos Vivos”? MA CHE! E o pior é que George Romero non pode nem reclamar, pois por uno erro dos produtores em 1968, sua maior obra virou domínio público. Até os ragazzi que fizeram o comercial do “Macarrão Mara” fariam algo melhor .

Inclusive melhor que o último filme da lista

Godzilla (1998 de Roland Emmerich)

Esse filme empatou com “Psicose” e “Os Vingadores” como pior remake no Framboesa de OuroTM de 1999, mas tinha condições de levar o prêmio sozinho. Ganhou o de Pior Atriz Coadjuvante (Maria Pitilo) e foi indicado para Pior Filme, Pior Roteiro (perdeu ambos para “Hollywood: Muito além das câmeras”) e Pior Diretor (Perdeu para Gus Van Sant, o homem que cagou em cima do túmulo de Hitchcock, sentou em cima e ficou rodando). Roland Emmerich non só destruiu o mundo várias vezes com ataque alienígenas e catástrofes climáticas, mas também destruiu a credibilidade dos grandes estúdios ao filmar essa droga de filme sobre uno lagartão gigante, que NON é Godzilla, que ataca Manhattan e precisa ser detido por…Ferris Bueller! Pode non ser o pior remake de todos os tempos, mas é o pior a contar com 3 atores de “Os Simpsons” Hank Azaria (Moe Slyzak/Chef Wigum/Apu/Carl…), Harry Shearer (Ned Flanders/Diretor Skinner/Kent Brockman…) e Nancy Cartwright (Bart Simpson/Nelson/Ralph Wigum…)

E aí em qual lista o remake de “Robocop” estará?

Fontes:

www.imdb.com
www.tumblr.com
www.blogtocaoterror.wordpress.com
http://galeri2.uludagsozluk.com/384/rear-window_417864.jpg
http://soniaunleashed.files.wordpress.com/2012/08/straw-dogs-poster-1400×1050.jpg
http://lgcdn.horror-movies.ca/wp-content/uploads/2012/05/notld-3d.jpg

Advertisements