Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , ,

c5pfnj6xmaes549

Imagem tirada de @john_lopes

Antes do momento Miss Universo que ocorreu na premiação de Melhor Filme no Oscar desse ano, houve muitas otras durante os mais de 80 anni de sua existência. Vamos a eles!

(1934) É você, Frank! Não, o outro Frank!

Quem pensa que começou ontem esse negócio de alguém subir ao palco no lugar do verdadeiro premiado, se engana. Neste ano, o apresentador Will Rogers ao anunciar o Prêmio de Melhor Filme disse “Vem pegar seu prêmio, Frank”. Frank Capra, diretor de “Dama por um dia” levantou-se achando que era com ele, mas no caso era Frank Lloyd, por “Cavalgada”.

frankcapra-diretor-cachimbo-getty

FRANK CAPRA

(1953) Oi e tchau!

Na primeira transmissão televisiva do Oscar, non foi preciso tocar musiquinha para tirar a atriz Gloria Grahane do palco. Supostamente bêbada, a Melhor Atriz Coadjuvante daquele ano por “Assim estava escrito“, limitou-se a pegar a estátua, falar “Muito Obrigado” e ir embora, para surpresa do apresentador Bob Hope, que falou “É. Ela fez isso mesmo!”

 

(1973) Não foi e ainda mandou a Academia ir cagar!

Depois de ter ganhado Oscar de Melhor Ator por “Sindicato de Ladrões“, Marlon “Mio Padrinho”Brando foi novamente premiado graças à interpretação de Don Corleone em “O Poderoso Chefão”. Em vez de buscar o prêmio, mandou em seu lugar una atriz vestida de índia, que recusou o prêmio e fez uno discurso em que criticava a forma como a Academia tratava o nativos americanos. Brando ainda seria indicado no ano seguinte por “Último Tango em Paris” e em 1990 por “Assassinato sob custódia“, porém nunca mais ganhou nenhum Oscar.

 

(1974) A mandioca do Zé Bonitinho é maior que a dele

Neste ano, enquanto Zé Bonitinho (David Niven) chamava Elizabeth Taylor ao palco para entregar o prêmio de Melhor Filme, o ativista Robert Opel passa correndo pelado atrás dele e eis que o Perigote das Mulheres me solta essa “Não é fascinante pensar que provavelmente a única risada que esse homem vai obter na vida é ao tirar a roupa e mostrar sua ‘falta de substância’?”

 

(1980) Ted Kramer em dia de Cosmo Kramer

Uno dos melhores discursos de agradecimento em mais de 80 anni de Oscar com certeza foi este de Dustin Hoffman quando ganhou o Prêmio de Melhor Ator por “Kramer vs. Kramer”. Depois de ficar uno tempão em silêncio ele olha para a estátua e diz “Ele não tem genitália e está segurando uma espada”e ainda emenda: “Eu agradeço a meus pais, por falharem no controle de natalidade”, fazendo a plateia desabar em gargalhadas. Reparem nas reações de Meryl Streep.

 

(1985) “You like me! RIGHT NOW! You like me!”

Depois de ter ganhado uno Oscar de Melhor Atriz por “Norma Rae“, Sally Field repetiu a dose em “Um lugar no coração“. Em seu discursou soltou a seguinte pérola: “Da primeira vez eu não senti, mas agora eu sinto. Não posso negar que vocês gostam de mim agora,  vocês gostam de mim!”

Isso se deve ao fato de que ela começou sua carreira na TV, e na época, ainda havia uno preconceito em Hollywood contra quem começou a carreira fazendo séries. Sally Field só voltou a ser indicada em 2013 como Melhor Atriz Coadjuvante por “Lincoln“, mas perdeu para Anne Hattaway por “Os Miseráveis“.

Até hoje, sua frase é repetida erroneamente. Em vez de dizerem “You like me! RIGHT NOW! You like me!”, dizem “You like me! You REALLY like me!”. Até a própria Sally Field repete a frase errado. E as pessoas tem convicção de que a versão errada é a correta. Atribui-se isso a um fenômeno de “falsa memória coletiva” chamado “THE MANDELA EFFECT

 

(1989) Branca de Neve e o Exibidão

Muito anos antes de Paris Hilton e Kim Kardashian sequer sonharem em fazer sexo, Rob Lowe já era famoso por conta de uno vídeo de sexo vazado para a imprensa. À época isso pegou mal porque ele foi gravado com una bambinna de 16 anni e até então era cabo eleitoral do candidato à Presidência pelo Partido Democrata Michael Dukakis (que perdeu para George H.W. Bush, mas non por causa disso).

Apesar disso, ele foi chamado para fazer uno musical de abertura do Oscar do ano seguinte, cantando com una mulher vestida de Branca de Neve, mais desafinada do que ele. A performance foi tão desastrosa que vários artistas como Julie Andrews e Gregory Peck escreveram para a Academia revoltados. Há escassos registros em vídeo sobre essa apresentação. A mais longa é essa (entre 1:28 e 1:58):

 

(1992) Acredite se Quiser

Neste ano, o apresentador do programa “Acredite se Quiser” e cabo eleitoral da prefeita Luiza Erundina, Jack Palance, vencedor do Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por Amigos, sempre amigos, ironizou o fato de que o achavam muito velho para o papel e começou a fazer flexões depois de receber sua estatueta. Hilário.

 

(1995) Leitura labial, mothafocka!

Samuel L. Jackson nunca havia sido indicado para uno Oscar (e depois nunca mais foi indicado). Neste ano, foi indicado para o Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante por “Pulp Fiction” , sendo uno ator pouco conhecido até então. Em vez de ser humilde e aceitar a derrota para uno ator muito mais experiente e que mereceu o prêmio (Martin Landau, como Bela Lugosi em “Ed Wood”) soltou uno “shit!”(merda) na hora do anúncio, o que pode ser visto lendo seus lábios.

 

(1997) Volta pro Cuba!

Se tem una pessoa que sofreu alguno tipo de “maldição do Oscar” essa pessoa é Cuba Gooding Jr. Desde que ganhou Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por “Jerry Maguire” nunca mais conseguiu fazer uno papel realmente relevante (até ano passado quando interpretou O.J.Simpson em “American Crime Story”). Seria castigo por feito uno discurso de agradecimento extenso demais? (OU PRAGA DE EDWARD NORTON POR TER PERDIDO O PRÊMIO?)

 

(1999) Y2KAOS!

O ano de 1999 deve ter sido o mais problemático de todos os anni. Pode parecer pachequismo da minha parte pelo fato de que Central do Brasil perdeu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro para A Vida é Bela (eu até gostei da festa italiana do mio conterrâneo Roberto Benigni com a NIGF Sophia Loren), MAS ELE GANHAR DO EDWARD NORTON COMO MELHOR ATOR É DE FUDER!

E ESSA PAZZA GANHAR DA FERNANDA MONTENEGRO?

Fora o fato de muita gente ter detestado o fato de Elia Kazan ter ganhado um Oscar honorário. Embora tenha dirigido muitos filmes memoráveis como “Sindicato de Ladrões” passou para a história como o X9 que entregou vários colegas suspeitos de serem comunistas ao Comitê de Investigações de Atividades Antiamericanas, arruinando muitas carreiras em Hollywood. Atores como Ed Harris, Nick Nolte e Ian McKellen se recusaram a aplaudi-lo.

 

(2000) South Park: Bigger, Longer e On Drugs!

Infelizmente “Blame Canada!” perdeu o Oscar de Melhor Canção para una música que Phil Collins fez para “Tarzan”, porém isso não impediu que os criadores de “South Park” Trey Parker e Matt Stone de se divertirem na cerimônia daquele ano. Com muito ácido na cabeça eles se vestiram de Jennifer Lopez e Gwyneth Paltrol e foram à festa!

 

(2003) Booing for Columbine

As vaias que Elia Kazan deixou de receber em 1999 sobraram para Michael Moore quando ganhou o Prêmio de Melhor Documentário por “Tiros em Columbine” e disse que estava ganhando por um filme de non ficção em uno país de eleições fictícias, que elegeram uno presidente fictício que jogou o país em una guerra fictícia.

 

(2013) Trupica, mas não cai!

Não foi a primeira vez que una premiada como Melhor Atriz tropeçou ao receber o prêmio. Barbra Streisand já tinha feito isso em 1969, quando dividiu o Oscar com Katherine Hepburn, mas na época non havia tantas câmeras como há hoje. Azar de Jennifer Lawrence, vencedora por “O lado bom da vida“.

 

(2014) Olha quem está falando merda!

John Travolta, que já foi indicado para Melhor Ator por “Os Embalos de Sábado à Noite”e “Pulp Fiction”, conseguiu a proeza de chamar Idina Menzel, atriz conhecida pelo musical”Rent” e por fazer a  Elza em “Frozen”, de ADELE DAZEEM (mesmo tendo uno teleprompter na sua frente para ler o nome correto)

No ano seguinte, ela se vingou:

 

Fontes:

http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/viver/2015/02/21/internas_viver,561951/oscar-2015-os-10-momentos-mais-engracados-ou-constrangedores-da-historia-do-oscar.shtml

https://cinema.terra.com.br/oscar/relembre-momentos-constrangedores-do-oscar,8d1a608c0d3fc310VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

https://cinema.terra.com.br/oscar/relembre-momentos-constrangedores-do-oscar,8d1a608c0d3fc310VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

http://cinetoscopio.com.br/2014/01/21/10-momentos-constrangedores-do-oscar/2/

http://cinemaetudoisso.ig.com.br/index.php/2012/02/26/post-24-10-inesqueciveis-e-10-terriveis-momentos-da-historia-do-oscar/

 

 

Advertisements